Um avião da Força Aérea Brasileira(FAB) pousa hoje, 13, as 13:30h, no Aeroporto Wilson Fonseca em Santarém no Pará, conduzindo 170 estudantes da Universidade de São Paulo(USP). O destino do grupo é município de Belterra, onde desenvolverão o Bandeira Científica, projeto da USP que ficará nove dias na cidade, realizando atendimentos de saúde e atividades educativas.

O prefeito de Belterra Geraldo Pastana, a Secretária de saúde Eliselma Macedo e a secretária de Educação Dilma Serrão recepcionarão os integrantes do Bandeira Cientifica no Aeroporto de Santarem. Este projeto é muito importante para nossa cidade, pois o foco é saúde e por isso estamos dando todo a apoio necessário, afirma Geraldo Pastana.

Em Belterra, os profissionais de saúde e os estudantes oferecerão consultas a toda população. Os pacientes já foram selecionados pelos agentes comunitários de saúde e terão prioridade de atendimento.

Já as equipes de Engenharia, Agronomia, Administração e Economia realizarão palestras sobre agricultura familiar, educação financeira, e ensinarão os moradores a construirem fossas ecológicas.

O projeto inicia no dia 14 e fica na cidade até 21 de dezembro.

 

O II Festival de Arte Educação a Cidade CRIA, realizado em Salvador – BA,  ocorreu em novembro, mês simbolizado pelas lutas e conquistas do povo negro.
O Festival A Cidade CRIA Cenários de Cidadania, em parceria com o Vivo Encena. Chega ao Pelô, onde as regiões se refletem na luta política através da arte, junto a outros projetos como Olodum, Axé, Alaíde do Feijão, Mestre Curió e tantos outros.
Alguns grupos foram convidados como o grupo Tapajós – PA, “Beirando o rio, nosso Lugar”, um trabalho coletivo de duas comunidades ribeirinhas de Santarém e Belterra. O exercício cênico inspirado em um texto Bertolt Brecht, “Aquele que sim e aquele que diz não” , dirigido por Roger Muniz e Juliana Balsalobre foi apresentado no Teatro Solar Boa Vista, com um publico significativo que aplaudiu de pé o espetáculo do grupo Tapajós. Uma experiência única a 29 jovens com hábitos e costumes diferentes, agora tendo que habituares-se durante nove dias em Salvador, todas estas foram válidas e não houve um dia que não tenha sido vivenciado com a intensidade que este mereceu. Os laços de amizade com o povo baiano ficaram marcados para sempre na vida de cada um, não existiram detalhes pequenos nesta viagem tudo foi grande e devidamente valorizado como merecia, como por exemplo, o banho de mar, o caminhar nas ruas de pedras construídas pelos escravos, o tocar na estátua de Zumbi e até mesmo degustar do acarajé quase unânime em reprovação pelo grupo.
A partida do grupo Tapajós de Salvador deixará saudades e a certeza de que não foram apenas nove dias de oficinas, contatos e troca de experiências, mas um verdadeiro mergulho no ventre do Brasil.

Uma das inúmeras igrejas – BA

 

A tradicional capueira.

 

O mártire Jumbi.

 

Monica, Naty, Miriam e Karla.

O grupo Tapajós formado por jovens da cidade de Belterra e das comunidades ribeirinhas de Capixauã e Suruacá, município de Santarém, Oeste do Pará, é convidado especial do II Festival de Arte-educação “A Cidade CRIA Cenários de Cidadania”, que começou ontem, dia 11, e termina na quarta-feira, dia 16 de novembro, em vários pontos do Pelourinho e no Solar Boa Vista, na cidade de Salvador(Ba). O grupo se apresenta pela primeira vez na Bahia, promovendo um intercâmbio de fazeres e conhecimentos com artistas, arte-educadores e público local.

 

O intercâmbio foi viabilizado pelo Vivo EnCena, programa cultural da Vivo para as artes cênicas, que é parceiro do Centro de Referência Integral de Adolescentes (CRIA) na realização do festival. “Nosso interesse é aproximar as pessoas, revelar suas grandezas, promover essa troca, esse diálogo, mostrar o quanto é importante transitar entre as fronteiras de linguagens, culturas, regiões e gerações”, enfatiza a diretora de arte do CRIA, Maria Eugênia Milet.

O grupo Tapajós, apresenta a peça “Aquele que diz sim, e Aquele que diz Não – O exercício cênico” e a mostra cultural “Belterra, Capixauã e Suruacá – Beirando o rio, nosso lugar”, hoje, dia 12 de novembro, às 15 horas, no Solar Boa Vista. Na mostra, os participantes, que pela primeira vez se apresentam em um palco de teatro, contarão um pouco sobre suas comunidades nas quais vivem às margens do Rio Tapajós.

O grupo participará de uma oficina com projetos comunitários e do próprio CRIA, resultando no trabalho que será mostrado ao público, às 15h, também no Solar Boa Vista, no dia 15 de novembro.
O grupo estará representado também no seminário “Arte-educação em rodas de conversa”, que acontece no dia 16, encerrando o festival. Juliana Balsalobre e Roger Muniz (Grupo Tapajós/PA) participarão do diálogo sobre teatro comunitário, entre 10h e 12h.

Em uma das etapas em Belém-Pa

O seminário, “Lançamento da Plataforma dos Municípios Periurbanos para a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano” realizar-se-à no dia 24 de novembro de 2011, na Câmara Federal em Brasília/DF, a ser realizado pela FASE Programa Amazônia, como parte integrante do projeto Desenvolvimento Integrado na Política Urbana Nacional: um direito dos municípios periurbanos da Amazônia e do Nordeste, desenvolvido pela FASE com apoio da OXFAM e União Européia.
O objetivo do seminário é apresentar aos Parlamentares Federais, a Plataforma das Cidades Periurbanas, resultado de dois anos de estudos e debates regionais e nacionais promovidos pela FASE em parceria com movimentos e organizações da sociedade civil e academias, através dos Observatórios de Políticas Públicas e Movimento Social na Amazônia – COMOVA/UFPA-FASE, das Metrópoles – UFPE-FASE, Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU), Fórum da Amazônia Oriental (FAOR) e Fórum Nordeste de Reforma Urbana (FNERU).
Este Seminário constitui-se na etapa final do projeto, momento em que serão apresentadas as proposições para que a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano inclua em seus princípios, diretrizes, instrumentos e fontes de financiamento o atendimento às especificidades das cidades da Amazônia e do Nordeste.
Em Belterra a pauta tem sido trabalhada em fóruns locais e regionais realizado com a sociedade civil organizada e o governo municipal.

 

Mulheres sendo recepcionadas na praça Brasil.

Belterra Sedia o VIII Congresso da Associação Organizada das Mulheres Trabalhadoras do Baixo Amazonas.
Esteve presente na abertura do evento Vereadoras(os), Secretarárias (os), Prefeito do Municipio e outros convidados.
Delegadas dos municipios de Alenquer, Terra Santa, Oriximiná, Juruti, Almerim, Prainha, Curuá, Monte Alegre, Óbidos, das comunidades do Rio Arapiuns e de Santarém. São mais de 100 mulheres participando do Congresso que tem como tema “Mulher Construindo a Plataforma Feminista na Amazônia”, que terá duração de três dias 06,07 e 08 do mês corrente com várias pautas, tais como:

*Ato público na Praça Brasil;
*Análise da mulher construindo a plataforma feminista na Amazônia;
*Mulher e o desenvolvimento sustentável a partir das novas politicas públicas para a Amazônia;
*Violência doméstica, Ações afirmativas para erradicação;
*Saúde da mulher é um bem que se quer.
Na ocasião será aberto para inscrição de chapas que disputarão e elegerão a nova diretoria com pleito para os anos 2011 e 2014.

Tags: , , , ,

Iniciamos o mês de agosto renovados, novas turmas, salas reformadas, novos(a) monitores(a) capacitados , mais sem dúvida a troca de experiências e algo reconstrutor ao ser humano. e foi isso que a coordenadora do telecentro sede, Taione Silva, juntos aos monitores, se propuseram a realizar visita aos telecentros, durante esse mês de Agosto, em visita as comunidades que integram a rede de Telecentros (Maguari e Piquiatuba). voltamos com novidades e novos desafios, mais sem duvidas muitas outras novidades virão……………………..

maguari

maguari

Taione, Rita e Carpeggiane monitor do telecentro de maguari

Está acontecendo hoje 02/09 a V Conferência Municipal de Assistencia Social com o tema: “Consolidar o SUAS e Valorizar seus Trabalhadores”.
Com presença de entidades da sociedade civil e representantes do governo para a escolha da nova composição o CMAS/Biênio 2011/2012.
A programação é extensa, porém, nescessária: Abertura da Conferência e composição da mesa das autoridades;Leitura e aprovação do Regimento Interno da V Conferencia Municipal de Assistência Social; Apresentação da lei de reorganização do CMAS; Apresentação das ações desenvolvidas pela SEMTEPS 2010/2011; Apresentação dos serviços sócio-assistenciais ofertados no município ; Reapresentação das propostas da IV Conferência Municipal de Assistência Social; Formação de 04 grupos para debates sobre os temas propostos e construção das propostas para a VII Conferencia estadual de assistência Social; Eleição das entidades que iram compor o CMAS/Biênio 2011/2012 e Eleição dos 04 delegados para a VII Conferencia estadual de assistência Social.
A nova composição do CMAS será nomeada e empossada no dia 19 de Setembro de 2011.

Plenária na conferência.

Ontem, 01 de setembro, iniciaram as comemorações da Semana da Pátria no município de Belterra. Foi realizado um grande culto ecumênico para marcar o início dos festejos ambientado na Praça Brasil ao ar livre tendo como cenario as sombras das majestosas árvores que embelezam nossa praça Brasil. O evento contou com a presença de sete pastores de igrejas evangélicas, representante da igreja católica, o prefeito, funcionários da educação, alunos e outros participantes.

Veja a programação e participe:

Programação: Semana da Pátria 2011.

Nesta sexta-feira, dia 12 de Agosto, o Globo Repórter dará destaque para a cidade de Belterra no Pará, futuro Estado do Tapajós.
É que durante o programa sobre o Rio Amazonas, gravado ainda no ano passado, o repórter José Raimundo conheceu Belterra.
A cidade foi construída na década de 30 para ser a grande produtora de borracha natural do mundo. Quem contará esta história é o poeta Francisco Bezerra, o seu Tica.

Depois de algumas mudanças estruturais, físicas, dentre outras vivenciada pelo Telecentro de Inclusão Digital e de difícil adaptação, passamos para uma fase de mudanças mais agradáveis e satisfatórias.
Uma delas é a reforma do laboratório de informática que ja não atendia as devidas condições na execução das atividades desenvolvidas, possibilitando neste segundo semestre aos 114 alunos do curso de informática livre e aos visitantes um espaço mais aprazível, depois da limpeza das centrais de ar, reposição de compensados e pintura da sala de informática.
Uma outra novidade é a gestão do telecentro que tem como coordenadora Taione Silva, que tem muitos progetos a serem trabalhados, dentre estes o fortalecimento da entidade como referência nas comunidades contempladas com telecentros de inclusão digital.
A eleição do Conselho Gestor do Telecentro prevista para o mês corrente é um grande suporte nas questões administrativas dada o papel deliberativo que este possui.

Sala de informática reformada.

Segundo dia do curso de informática.

Taione Silva, atual coordenadora do Telecentro.

 

« Older entries § Newer entries »