Inclusão Digital

You are currently browsing the archive for the Inclusão Digital category.

Depois de algumas mudanças estruturais, físicas, dentre outras vivenciada pelo Telecentro de Inclusão Digital e de difícil adaptação, passamos para uma fase de mudanças mais agradáveis e satisfatórias.
Uma delas é a reforma do laboratório de informática que ja não atendia as devidas condições na execução das atividades desenvolvidas, possibilitando neste segundo semestre aos 114 alunos do curso de informática livre e aos visitantes um espaço mais aprazível, depois da limpeza das centrais de ar, reposição de compensados e pintura da sala de informática.
Uma outra novidade é a gestão do telecentro que tem como coordenadora Taione Silva, que tem muitos progetos a serem trabalhados, dentre estes o fortalecimento da entidade como referência nas comunidades contempladas com telecentros de inclusão digital.
A eleição do Conselho Gestor do Telecentro prevista para o mês corrente é um grande suporte nas questões administrativas dada o papel deliberativo que este possui.

Sala de informática reformada.

Segundo dia do curso de informática.

Taione Silva, atual coordenadora do Telecentro.

 

Localizado no Km 92, Br 163 a comunidade de São Jorge dispõe de seis novos voluntários que exerceram a função de monitor no Telecentro, “recebi o curso na ultima turma e agora quero repassar oque aprendi”, disse um dos participantes na capacitação.
O Telecentro funciona desde de janeiro do ano de 2010 e ja certificou 160 alunos com o curso de informática livre.
Para os novos voluntários é sempre um desafio, mas nada que os desanimem, apesar do calor Enoque, Gabrielzinho e Nataleuza fazem o possível para repassar todo conteúdo de três dias em um único dia, missão nada fácil, porém nada impossível.

Membro da comissão: Sr. Antonio Vieira(acessor de comunicação)

A comissão composta por sete(07) membros esteve reunida hoje dia 19 no telecentro,esta iniciou os trabalhos de análise com base na ficha preenchida pelo candidato e curriculum vitae, verificando se ele (a) atende a todos os requisitos obrigatórios para obter a vaga de monitor bolsista de acordo com artigo nº 12 do edital.

Idade entre 16 a 29 anos; Morador da comunidade na qual o telecentro está instalado; Ter ensino médio completo, ou estar cursando; Tempo disponível de 6 horas por dia, ou 30 horas semanais, durante 12 meses; Não ter vínculo empregatício; Não ter relação de parentesco em até 3º grau com algum dos responsáveis pela seleção dos monitores.
Na próxima segunda-feira dia 22 do corrente mês faremos a divulgação dos selecionados a fase final: Da entrevista.

Boa Sorte pessoal!

Comissão: Prof.Gila Maria, Enoque Pedroso, Carpeggeane, Marcos Almeida e Elivaldo Carneiro

O Governo Federal vai conceder 18 mil bolsas para a capacitação de monitores de centros públicos de acesso à internet dos 63 projetos selecionados pelo Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades – Telecentros.BR.
São dois tipos de bolsas, uma de R$ 483,01 e outra de R$ 241,50. Cada bolsista terá que cumprir 30 horas semanais, sendo que duas horas diárias serão dedicadas ao curso de formação com duração de 12 meses e 480 horas.

Veja parte do edital:
EDITAL N.º 001/2010
PREFEITURA MUNICIPAL DE BELTERRA – SECRETARIA MUNICIPAL
DE EDUCAÇÃO E DESPORTO, 18 DE OUTUBRO DE 2010

A PREFEITURA MUNICIPAL DE BELTERRA – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO,CULTURA E DESPORTO, em parceria com o Ministério da Justiça/Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania – PRONASCI, e com o Programa Telecentros.BR, no uso de suas atribuições legais, torna público que entre os dias 20 de outubro à 15 de novembro de 2010, OBS: somente nos dias úteis, estarão abertas as inscrições para o processo seletivo de 04 (quatro) vagas de monitores bolsistas titulares, sendo 02 (dois) para atuar em cada comunidade (Sede,Maguari), mediante normas e condições contidas neste Edital.

O monitor é a pessoa responsável pelo atendimento ao público no espaço do Telecentro, auxiliando e propondo processos que permitam aos freqüentadores fazer uso das tecnologias da informação e comunicação disponíveis de maneira articulada ao desenvolvimento da comunidade.
Ao receber a bolsa o monitor, além de atuar no espaço do Telecentros participará do Curso de Formação de Monitores do Telecentro, oferecido pela Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital. O Curso incentivará o uso das tecnologias da informação e comunicação como ferramentas para alavancar transformações sociais na comunidade em que o monitor está inserido.

Arena Belterra

Arena Belterra - 2º Seminário Sociedade em Rede e a Educação

Acontece em São Paulo o 2º Seminário A Sociedade em Rede e a Educação. O tema central do seminário são as novas formas de aprendizagem na sociedade em rede, com a importância que hoje tem as tecnologias de informação e comunicação e a Internet. O Seminário também estimulou a criação de Arenas, espaços de participação à distância em várias partes do país. Em Belterra, está em pleno funcionamento nos dias do Seminário (de 14 a 16 de setembro de 2010) a Arena Belterra, no Centro de Memória da cidade. Lá se pode acompanhar as palestras e atividades do Seminário em São Paulo e, todas as tardes, acompanhar e participar das conversas sobre o Arranjo Educativo Local de Belterra. Mônica de Almeida, Caio Rêgo e Nataleuza Santos, com apoio do Projeto Saúde & Alegria e da Vivo, desenvolvem atividades para fortalecer a iniciativa e ampliar o número de participantes.

Centro de Memória de Belterra

Centro de Memória de Belterra

atentos as informações.

O Telecentro de Belterra está no segundo dia de capacitaçao para monitores voluntários de informática básica.

Temos vinte e três jovens no total, sendo da comunidade de São Jorge quinze e oito da sede; todos com o mesmo objetivo, estarem háptos em contribuir com a comunidade no sentido de agentes para a inclusão digital.

É importante ressaltar que esta atividade só está sedo possivel, porque temos parceiros como a comunidade, secretaria de educação e administração. E justamente em uma dessas parcerias(SEMED) que temos conosco como capacitadores uma equipe do projeto ÁGORA, que tem como foco expandir a inclusão digital e social.

No dia 20 terça feira, fizemos uma discusão sobre princípios de cidadania e o avanço das TICs( Tecnologia da Infomação e Comunicação);pela tarde trabalhamos especificamente a meta-reciclagem e funcionamento da máquina;no dia 21 quarta feira, pela manhã apredemos a fazer instalação de programas; pela tarde iniciamos com os editores de texto, apresentação e calc; amanhã dia22, finalizamos com metodologia educacional voltada para sala de aula.

A cargoraria é intensiva, de 8:00 ás 12:00 e 14:00 ás 19:00, e apesar dos futuros monitores serem jovens estes no fim do dia oque mas anseiam é retornarem para suas casas e ao sindicato de trabalhadores rurais para uma noite de descanço. Mas certos que ao concluirem, voltam munidos de conhecimento, podendo assim fazer o melhor repasse para a comunidade de todo que poderam absorver durante a capacitação.

Alunos de Informática Telecentro de Belterra

Por Blog Archive

O Projeto Saúde e Alegria é um dos parceiros da 9ª Oficina da Inclusão Digital e estará representado no evento pelo seu coordenador de inclusão digital, Paulo Lima, e por representantes dos telecentros. Para Lima, essa será a oportunidade para que os telecentristas e a equipe do projeto compartilharem ideias e experiências com os outros participantes.

Desde a sua criação, o projeto realizou muito mais do que atendimentos médicos e promoveu ações de prevenção realizando uma série de programas nas mais diversas áreas, como organização comunitária, economia da floresta, educação, cultura e comunicação. É dentro deste último ramo de atuação que se encontra o Núcleo de Inclusão Digital do Projeto Saúde & Alegria.

Paulo Lima, coordenador de inclusão digital do projeto, explica que o contato da comunidade com a grande rede se dá por meio dos telecentros. “Estamos inserindo os comunitários na era da informação, combatendo o isolamento e promovendo o desenvolvimento das comunidades”, diz. Atualmente, o projeto possui 11 telecentros, sendo dois na região da Floresta Nacional do Tapajós, quatro na região da Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns, três na região do Rio Arapiuns, um na cidade de Belterra e outro na cidade de Juruti.

Elane Lindinalva, Eva Costa e Fabielle katrine

Na útima sexta – feira, dia 11 de junho, realizamos uma linda cerimônia para entregarmos 70 certificados de alunos que concluiram o curso de Infomática básica.

O curso teve três meses de duração, com oito turmas, três aulas semanais com duração de duas horas cada. Durante este período trabalhamos conceitos e práticas de HARDWARE e SOFTWARE; para que adquirissem mais abilidade no uso do mouse trabalhamos com o GIMP;  e para posisionamento correto dos dedos e edição de texto trabalhamos o OpenOffice.org writer; já para realização de cauculos em planilhas eletrônicas usamos o OpenOffice.org Calc e finalizamos com Internet, vale enfatizar que todos os programas citados são Softwares livre, que é uma consepção não só de uso dos telecentros mas também de todos que optam em ser colaboradores na melhoria e expanção das Tecnologias de Informação Avançada.

Fizeram – se presente em  nosso auditório alunos, pais e autoridades. Iniciamos com a composisão da mesa em seguida com execusão do hino Nacional e hino de Belterra, apresentados pelos alunos de música do programa de erradicação do Trabalho Infantil (PETI); também tivemos um breve histórico dos quatros anos de existência do Telecentro em Belterra; posteriormente tivemos alguns pronunciamentos como da senhora Aparecida atual coordenadora do Conselho Gestor,da Sra. Nataleuza coordenadora do Telecentro, da secretária de educação Dilma Serrão, representando o prefeito e do voluntário Gabriel.

Em quanto os alunos eram chamados para receberem seus respectivos certificados, exibíamos fotos em slides no data – shou das atividades em sala de aula durante o curso, após isto tivemos um gostoso coquitel para todos os convidados. Parabéns à todos os alunos da 15ª turma do curso de Infomática Básica.

Estou em Belo Horizonte-MG desde o dia 24/11, representando o Telecentro de Inclusão Digital de Belterra na 8ª Oficina de Inclusão Digital. Muitas atividades, muitas pessoas, muita interação. Coloco agora um pouco do que eu já participei.

O dia 25/11/2009 começou com uma palestra sobre CONECTIVIDADE: Plano nacional de Banda larga e a tecnologia plc(Transmissão de dados e voz em banda larga pela rede de energia elétrica). O primeiro palestrante foi ROGERIO SANTANA – Secretário de Tecnologia da Informação. Ele falou que em relação à internet, o Brasil está atrás de outros países. O segundo palestrante foi Sergio Bellisario falou sobre oPower Line Comunicação -PLC e que temos que aproveitar as empresas para melhorar a Internet.Outra atividade que participei aqui em BH, foi a Oficina-Debate sobre as regras de uso em telecentros de escolas: Inclusão ou exclusão digital? Nessa Oficina, vimos a realidade de cada Telecentro, as dificuldades quanto a participação de políticos na definição de uso do Telecentro, do uso da internet por menores de idade, a falta de preocupação de políticos com a identidade dos menores na internet, a falta de regras diferenciadas para os Telecentros do campo e a cidade.

No dia 26/11/2009 discutimos sobre: LANHOUSE E TELECENTRO:concorrentes ou aliados?
O palestrante NILSON FUGIFIMATO representantou as lanhouses e falou do projeto em que cada professor e aluno tem seu computador portátil na sala de aula. Também colocou que o uso de lanhouses é muito recente e que não existe de maneira nenhuma concorrência.
O palestrante JADER GAMA enfatizou que não tem diferença nenhuma , pois no Telecentro trabalhamos com tudo que uma Lanhouse trabalha. Falou sobre o Projeto PURAQUÊ, que é
uma entidade que trabalha com a sociedade e falou que quer mais é que as pessoas possam se unir em um só lugar. A meta é trabalhar a limpeza da cidade, um exemplo é a troca de horas de acesso por garrafas PET onde o objetivo é deixar o ambiente da cidade mais limpo.


Estarei voltando dia 27/11 para Belterra.

Texto enviado por Marcos de Almeida e postado no Blog Fuxico de Belterra.

Daqui a pouco, mais precisamente às 18 hs, a Vivo e seus parceiros, inauguram a Estação Radio Base Pedro Teixeira em Belterra-  Pará, que possibilitará aos belterrenses a conexão celular e internet 3.

Para tal momento, uma grande festa está sendo preparada que vai desde distribuição de brindes à apresentação do Gran Circo Mocorongo do projeto Saúde e Alegria.

Estarão presentes na solenidade de inauguração o Presidente da Vivo – Roberto Lima, Presidente da Erickson – Fatima Raimondi, Prefeito de Belterra – Geraldo Pastana, Coordenador do Projeto Saúde e Alegria – Eugenio Scannavino, representante da Anatel e o Vice-Governador do Pará –  Odair Corrêa.

« Older entries