Articles by Paulo Lima

You are currently browsing Paulo Lima’s articles.

 

Oficina Tela Brasil ensina técnicas de cinema

a jovens de Belterra, de sábado (28.07) a terça (07.08)

O projeto, patrocinado pela Fundação Telefônica|Vivo, tem aulas gratuitas de roteiro, direção, edição e produção de vídeo. Curtas-metragens produzidos durante a oficina serão exibidos ao público no dia 11.08 

 Ensinar jovens de comunidades a produzir e a contar suas próprias histórias, essa é a idéia da Oficina Tela Brasil, idealizada pelos cineastas Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi (realizadores dos filmes O Bicho de Sete Cabeças, Chega de Saudade e As Melhores Coisas do Mundo). A oficina que ensina técnicas de cinema gratuitamente será ministrada em Belterra entre os dias 28.07 e 07.08. Em quatro anos de atividade, a Oficina Tela Brasil já passou por 85 cidades e acumula 1961 alunos.

O curso, patrocinado pela Fundação Telefônica/Vivo, será realizado no Centro de Referência de Assistência Social. Durante dez dias, os alunos aprendem técnicas de edição, roteiro, direção e produção e ainda produzem curtas-metragens, exibidos em sessão aberta ao público, sábado (11.08), na tenda do Cine Tela Brasil. A exibição será acompanhada de perto por um profissional do cinema, que divide com os jovens suas experiências no mercado audiovisual.

Os interessados em participar da oficina têm até o dia 17.07 para preencher ficha de inscrição no Centro de Referência de Assistência Social, na Escola Municipal Darcy Vargas e na Escola Municipal Manuel Garcia de Paiva, ou ainda pelo Portal Tela Brasil (www.telabr.com.br). São vinte vagas abertas para jovens a partir de 14 anos. Para garantir a presença dos alunos, cada um recebe uma ajuda de custo para transporte e pesquisa no valor de R$ 10 por dia.

Dezenas dos vídeos produzidos nas Oficinas Tela Brasil foram premiados em importantes festivais, como o Tia Dita (20º Festival Internacional de Curtas de São Paulo; VIII Festival Araribóia em Niterói e 16ª edição do Vitória Cine Vídeo, em Vitória); Pão com mortadela e meia mussarela (19º Festival  de Curtas de São Paulo, Goiânia Mostra Curtas, Visorama 3, Festival Visões Periféricas e CineCufa 2009); Dr. Poporowiscky (4º Festival de Jovens Realizadores de Audiovisual do MERCOSUL e Festival CineCufa); além disso, 32 dos 161 vídeos selecionados para o CineCufa – Festival Internacional de Filmes de Periferia (Rio de Janeiro, 2009) são frutos das Oficinas Itinerantes de Vídeo Tela Brasil.

Com uma câmera na mão, esses jovens produzem trabalhos surpreendentes. Nosso maior objetivo é que os alunos usem as Oficinas como uma ferramenta de expressão para que eles contem, por meio do audiovisual, suas histórias e seus sonhos”, fazem coro Luiz Bolognesi e Laís Bodanzky.

 Portal Tela Brasil – Para ampliar a abrangência das oficinas, foi criado, em parceria com a Fundação Telefônica, um portal (www.telabr.com.br) com conteúdo audiovisual onde os jovens encontram exercícios virtuais, textos lúdicos sobre as diversas áreas do audiovisual, filmografias, bibliografias e links comentados, informações sobre editais, festivais e concursos.

Sobre a Telefônica|Vivo – A Fundação Telefônica|Vivo atua com o fim de contribuir para o desenvolvimento social dos países onde está presente. No Brasil, a instituição foi criada em 1999 e possui linhas de atuação voltadas para o acesso à  educação, a melhoria da qualidade educativa e a divulgação do conhecimento. Em 2011, com a fusão entre a Vivo e a Telefônica, a Fundação incorporou os projetos do Instituto Vivo e ampliou sua atuação para todo o país. Para conhecer mais, acesse www.fundacaotelefonica.org.br. 

Arena Belterra

Arena Belterra - 2º Seminário Sociedade em Rede e a Educação

Acontece em São Paulo o 2º Seminário A Sociedade em Rede e a Educação. O tema central do seminário são as novas formas de aprendizagem na sociedade em rede, com a importância que hoje tem as tecnologias de informação e comunicação e a Internet. O Seminário também estimulou a criação de Arenas, espaços de participação à distância em várias partes do país. Em Belterra, está em pleno funcionamento nos dias do Seminário (de 14 a 16 de setembro de 2010) a Arena Belterra, no Centro de Memória da cidade. Lá se pode acompanhar as palestras e atividades do Seminário em São Paulo e, todas as tardes, acompanhar e participar das conversas sobre o Arranjo Educativo Local de Belterra. Mônica de Almeida, Caio Rêgo e Nataleuza Santos, com apoio do Projeto Saúde & Alegria e da Vivo, desenvolvem atividades para fortalecer a iniciativa e ampliar o número de participantes.

Centro de Memória de Belterra

Centro de Memória de Belterra

Desde o mês de março está acontecendo no Telecentro as aulas do Peti – Programa de Erradicação do Trabalho Infantl. Capoeira e Musicalização são os dois crusos oferecidos pelos monitores Joabe e Railson. Participam do PETI cerca de 70 alunos que rebem uma bolsa e que antes estavam em situações de risco social. O programa é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Governo Municipal.

Ela: Meus olhos se parecem com os da Ana Paula Arósio.
Ele(Surpreso): O quê?! Você tem os olhos da Ana Paula Arósio?
Ela: Não, não. Eu tenho os meus e ela tem os dela.

Mônica Almeida

Eu estava ansiosa para conhecer como é um país da Europa, que só sabia de televisão e filmes. Fiquei lá durante 35 dias, viajando por diversas cidades e apresentando os vídeos criados nas oficinas dadas pelos estudantes suecos que estiveram no Brasil.

Além do conhecimento técnico – aprendi a editar imagens com o programa Final Cut – deu tempo para nos divertirmos numa festa de rock, carnaval (!), festival global, discoteca, manifestação no Dia do Trabalhador (1º de maio) e até à final da Copa Européia de Futebol Feminino, disputado pelo UMEÅ, onde joga brasileira Marta, a melhor do mundo.

Os suecos comemoravam a primavera, estação das flores, e tudo estava lindo e colorido, as pessoas felizes depois de um inverno intenso. Todos queriam “pegar sol” enquanto eu “esquentava” com três casacos, por não estar acostumada com o clima.

Foram tantas aventuras! Muitos novos amigos e muitas situações legais. A minha cidade, Belterra, tornou-se ainda mais importante, passei a valorizar ainda mais nossos costumes e as pessoas próximas.

Durante duas semanas nos meses de fevereiro e março, alunos, voluntários e usuários do Telecentro participaram de Oficina de Vídeo Participativo ministrado por alunos suecos da Escola Biskops-Arno em parceria com o Projeto Saúde e Alegria. Nesta, eles aprenderam a ultilizar a câmera, usar os recursos que ela dispôe e produzir filmes curtos que mostrem a realidade vivida no lugar. Quatro filmes foram produzidos e agora no dia 27 serão mostrados para o público no I Festival de Filmes de Belterra apartir das 18h.
Esta será a primeira mostra para os belterrenses.

A cidade ficou agitada durante o período de 01 a 14 de junho com as festividades do Padroeiro Santo Antonio. Teve até a vinda do Rodeio o que deixou os belterrenses bem animados.

Encenação da Lenda do Uirapuru.

Há um provérbio hebreu que afirma : “Como Deus não podia estar em todas as partes, resolveu criar as mães”.Embora este provérbio, como a maioria dos que circulam neste mundo, se compõe duma premissa falsa e outra verdadeira, pelo menos sublinha a idéia que as mães são representantes embaixatrizes de Deus na terra.E isso adquire maior significado quando percebemos que em todo este mundo vazio e frio, não há fonte de amor mais profunda, mais duradoura e mais potente do que aquela que se acha no recôndito do ser duma mãe.
Quando Eva foi apresentada a Adão, Deus lhe deu o nome mais sublime que podia encontrar;Chamou-lhe Eva, que significa a mãe de todos.Não deu ênfase ao papel de esposa, mas a idéia de mãe.Mãe de todas as criaturas vivas.Nisso consistem a glória e o adorno mais precioso da mulher.
Certo sábio afirmou, que “o destino futuro de uma criança se encontra sempre no trabalho duma mãe”.O Estadista norte-americano Abraão Lincoln clamou: “Tudo o que sou, devo à minha mãe”.Os pais as vezes voltam contra seus filhos, os irmãos se convertem em inimigos tenazes, os maridos podem odiar suas esposas e vice-versa.Mas o amor de mãe permanece para sempre, perante a boa ou má reputação, em adversidade e em bons tempos.Ela é a primeira a ver os olhos do bebê.Nela estão as ilusões do pequeno.Ela é a heroína do adolescente, a confidente do jovem e a conselheira do adulto.Quando os olhos de um filho se fecham para sempre, se a mãe ainda vive, as suas mãos rugadas pousarão sobre as pupilas do seu filho, e elevará a sua última oração em seu favor, vertendo a sua última lágrima de recordação.
Não há idioma que expresse o poder, a beleza, o heroísmo e a majestade do AMOR DE MÃE.Quando o homem se acovarda, ela não retrocede; se o homem tomba, ela continua forte; e muito acima do brilho da riqueza, brilham os raios belos da sua felicidade serena como estrela cintilante no firmamento das almas, pelo direito de ser MÃE.
Aconteceu hoje, as 9:30, na Comunidade de Porto Novo, a entrega oficial, pela Prefeitura de Belterra, através da Secretaria de Educação, de mais uma sala de aula, uma secretaria e banheiros para a Escola Municipal de Ensino Fundamental São Francisco de Assis.O Prefeito de Belterra esteve presente, e ao lado do Secretário Municipal de Educação, Professor Divaldo Marques, das Vereadoras Eliselma Macedo (PMDB) e Maria de Lourdes (DEM), cumprimentou a população daquela Comunidade, pelos esforços empreendidos em união com seu Presidente sr.Jorge Farias.No decorrer do dia, acontecerá ainda, o Governo Itinerante, onde as ações desenvolvidas pelas Secretarias Municipais, vão de encontro aos mais carentes.

« Older entries